tendências de marketing digital para 2016

Principais tendências de marketing digital para 2016

O ano de 2015 foi muito importante para o marketing digital, consolidando tendências, como o marketing de conteúdo, e estabelecendo novos desafios. Nessa era digital as mudanças acontecem muito rápido, por isso, o que antes era apenas uma previsão, pode se tornar realidade rapidamente. Por isso, o profissional de marketing deve sempre ficar de olho nas tendências do mercado e incorporando ao seu trabalho. Confira agora as principais tendências de marketing digital para 2016 e comece a observá-las desde já!

tendências de marketing digital para 2016

Flat design vector illustration concept of computer and connected mobile devices with links of transmission information on various data storages and cloud computing service. Isolated on stylish colored background.

01 – Crescimento de PME no digital

Já faz um tempo que o investimento em mídia online deixou de ser uma aposta para ser uma realidade (ou necessidade). Pequenas e médias empresas costumam possuir pouca verba para investir em marketing, sendo assim, os empresários preferem colocar dinheiro em algo mais tradicional, pois não querem perder o investimento. Como o digital apresenta inúmeras vantagens em relação à mídia tradicional, como a possibilidade de ver o retorno do investimento de forma muito mais assertiva, e já é um meio consolidado para empresas de grande porte, as PME estarão cada vez mais interessadas na presença digital.

02 – Mobile, mobile e mais mobile

Se 2015 foi o ano da explosão do mobile, quando o Google anunciou que o tráfego de dispositivos móveis foi maior do que o de desktop pela primeira vez na história, 2016 será o ano definitivo para a sua consolidação. Aos poucos, sites que não são responsivos serão desindexados pelo Google, ou seja, desapareceram da internet, já que não estar no maior mecanismo de pesquisa do mundo significa não existir. É a hora de pensar o mobile não apenas como segunda tela, mas como a tela principal.

O Masterchef Brasil, reality show de culinária bastante popular exibido na Band, teve uma audiência incrível impulsionada pelas mídias sociais, principalmente o Twitter, e fez história ao divulgar o vencedor antes pela internet do que pela TV. Para quem não está familiarizado, o Twitter é uma rede social essencialmente mobile, onde mais de 80% dos seus usuários ativos acessam pelo app.

03 – Falando em aplicativo…

A sua marca já tem o seu aplicativo próprio? Talvez em breve ela tenha…. ou não. A explosão de aplicativos ainda é algo muito recente. O fato é que eles serão cada vez mais usados, mas a grande incógnita é como isso será feito. Antes de sair investindo em programação e um app próprio, pense se será um conteúdo relevante para o usuário. Você acha mesmo que as pessoas terão aplicativos de todas as suas pizzarias favoritas que fazem delivery ou terão apenas um que integra vários restaurantes? Se você não tiver nenhum conteúdo realmente interessante, não compensa ter um app. Se for apenas para fazer propaganda da sua marca, sem oferecer nenhuma vantagem para o usuário, pode ter certeza que ninguém irá baixar.

04 – O SEO está mudando

Muito já se falou em SEO (search engine optimization), ou otimização para mecanismos de busca. Apesar de a sigla ainda ser uma mistério pra muita gente, ela é essencial para a empresa que deseja obter destaque na web. A grande questão é que muita coisa (praticamente tudo) que aprendemos sobre SEO há um tempo atrás, não serve mais, mas a maioria dos profissionais continua insistindo em técnicas antigas, resistindo às mudanças. Galera, não adianta. A internet é uma terra dinâmica, onde tudo muda o tempo todo, inclusive as regras de SEO.

Se antes o Google não conseguia ler imagens, agora a coisa está mudando. O conteúdo visual passa a ter uma importância muito grande, talvez até maior do que as palavras-chave. Isso se dá pelo fato do Google procurar sempre agradar o usuário. Como a internet está se tornando muito mais visual do que textual, é muito provável que os robôs de leitura de website passem a priorizar este tipo de conteúdo. Além disso, as menções em redes sociais também passaram a contribuir com a relevância da página.

05 – Preste atenção nos wearables

Os dispositivos “usáveis” estarão cada vez mais presentes na vida das pessoas. É muito provável que 2016 não seja o ano da sua total explosão, devido principalmente ao seu alto custo no Brasil, ainda mais em tempos de alta no dólar. Porém, é neste ano que ele terá uma taxa alta de adoção. As pessoas estão cada vez mais interessadas em monitorar o seu corpo, principalmente para obter dados mais precisos para a sua saúde. A chegada da Xiami no Brasil, trazendo a sua pulseira inteligente Mi Band a um preço super competitivo promete acelerar o mercado. Além disso, podemos prever uma maior segmentação de anúncios de acordo com dados específicos de cada usuário.

Essas foram apenas algumas das principais tendências de marketing digital para 2016. Fique ligado no blog da Acelera Digital, toda semana traremos mais novidades para vocês!

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *