divulgação e ecommerce

Top estratégias de sucesso para a divulgação do seu e-commerce

A sua loja virtual já está estruturada, a identidade visual e a parte técnica relacionada a programação também estão prontas, os produtos disponíveis no estoque já estão catalogados no website. Então já está tudo pronto e a loja já pode ser lançada, correto? Nada disso! Sem uma estratégia de divulgação o seu e-commerce tem grandes chances de fracassar, afinal, se ninguém conhece a sua loja, como espera que terá vendas?

Em outros posts do blog sobre e-commerce já demos várias dicas para ter uma loja virtual de sucesso, mas chegou a hora de um post dedicado a esta parte tão essencial e específica, pois no fim das contas, a divulgação da loja é um fator determinante para fazer com que as vendas aconteçam.

A primeira etapa da divulgação do e-commerce: muita pesquisa!

Para atrair tráfego qualificado é importante ter em mente de forma bem clara quem é o público-alvo que você deseja atingir. Depois de identificar as características principais do grupo, é que começa a etapa do planejamento da divulgação.

Procure saber mais do que apenas dados demográficos do público. “Classe AB, Mulheres 18-24 anos”. Viu como isso é algo genérico? A melhor definição do público é aquela capaz de responder perguntas sobre a personalidade e comportamento de cada indivíduo. Exemplos: Que horários o seu cliente acessa a internet? A maior parte do acesso é via mobile ou desktop? Ele costuma ler e-mails com frequência? Gosta de viagens e esportes de aventura ou prefere viagens para curtir a vida noturna? Compra mais via boleto ou cartão de crédito?

Você pode acrescentar mais perguntas que tenham relação com o produto que está sendo vendido no seu e-commerce e que sejam relevantes para o sucesso do seu negócio. Procure saber quais são as facilidades que o seu público leva em consideração na hora de fechar uma compra, como frete grátis, por exemplo.

Planejamento também na etapa de divulgação

A partir do momento que o público-alvo está totalmente definido, é hora de planejar as estratégias de divulgação. Essa é uma etapa que não pode ficar de fora do processo de divulgação do e-commerce. É este o momento de finalmente definir quais serão os canais utilizados. É necessário analisar as informações coletadas e perceber o que melhor funcionará para impactar o público.

SEO é importante sim!

divulgação e ecommerce

Há algumas pessoas que acreditam que o SEO não é mais necessário para posicionar bem uma página no Google. Esta é uma grande falácia. O SEO é indispensável. Para quem não conhece, esta sigla significa ‘search engine optimization’ e diz respeito a melhor posição do website em páginas de busca. A página mais utilizada é a do Google, por isso, costumamos desenvolver melhorias no website com foco nele, mas elas acabam influenciando outros buscadores menores, como o Bing, por exemplo.

No caso de e-commerces, uma vantagem do SEO para a divulgação dos produtos disponíveis para venda na loja, é o fato dele otimizar a busca do usuário. Ao invés dele cair na homepage da loja, pode ser direcionado para a página específica do produto que ele está buscando. Isso é interessante para que o interesse no produto não seja perdido.

Links patrocinados

Os links patrocinados compõem uma estratégia de divulgação mais imediatista. Os mais utilizados costumam ser o Google Adwords e Facebok ADS. O Google Adwords é ótimo para divulgação de e-commerce pois possui diversas funcionalidades interessantes, como por exemplo, o chamado remarketing, onde o anúncio é mostrado especificamente para visitantes que já acessaram o website. Há um formato de anúncios intitulado Google Shopping que é voltado a divulgação dos produtos de lojas virtuais e facilita muito na hora de anunciar determinados produtos.

No caso do Facebook ADS, a divulgação não costuma ser feita de forma tão agressiva, com foco na venda. O maior foco da divulgação na rede é o relacionamento entre a loja e o possível cliente. É um local apropriado para você mostrar a loja para o público, como alguém que diz “Hey, estou aqui e podemos ser amigos”.

Estratégias de divulgação via e-mail marketing

Antes de iniciar uma campanha via e-mail marketing, é necessário captar uma lista de e-mails. Em hipótese alguma, jamais, nunca compre uma lista de e-mails! Spam não é eficiente, não gera resultados, irrita os usuários e mancha a imagem de sua empresa. Você deve enviar e-mails apenas aquelas pessoas que aceitaram estar na sua lista, o chamado “opt-in”. O e-mail marketing é interessante para divulgar promoções e novidades da loja.

Ações com influenciadores digitais

Os blogueiros, ou influenciadores digitais, são excelentes aliados da divulgação efetiva de um e-commerce. A melhor maneira de trabalhar com influenciadores é transformá-los em embaixadores da marca. Eles atuarão como porta-vozes da empresa e toda novidade será anunciada através das suas redes sociais. Os blogueiros costumam ter muitos fãs que acreditam na sua opinião.

Na hora de contratar um influenciador digital é importante optar por um que produza conteúdo de qualidade, transmita sinceridade e tenha afinidade com o seu público-alvo. Ainda sobre a divulgação “boca-a-boca”, é importante que a página dos produtos tenha botões de compartilhamento, assim, o próprio visitantes poderá divulgar a loja para os seus amigos.

divulgação e ecommerce 2

Divulgue releases da loja para a imprensa

O release, ou press release, é um tipo de texto escrito com o propósito de divulgar algum produto, evento, ação, etc. É ideal para ações de lançamento de lojas virtuais, pois assim, através da imprensa, as pessoas passam a ficar sabendo do seu negócio.

Sites de comparação de preços

Estar em site de comparação de preços, como o buscapé, por exemplo, é uma maneira interessante de não só divulgar a sua loja, mas também de passar credibilidade, pois geralmente estes sites verificam a idoneidade da loja. Assim, muitos consumidores sentem mais seguros em efetuar a compra e também ficam sabendo mais facilmente das suas promoções.

Estas foram algumas ações de divulgação de e-commerce separadas pela Acelera Digital para que o seu negócio seja um sucesso. É importante separar uma verba apenas para esta etapa. Alguns especialistas apontam que o investimento inicial deve ser separado 30% para a implementação da plataforma e os 70% restantes sejam utilizados para o marketing digital. Parece muito, mas é a maneira de dar mais retorno.

Tem alguma dúvida ou sugestão sobre divulgação de e-commerce? Conte pra gente nos comentários. Vamos adorar saber a sua opinião!

 

facebook para o e-commerce de moda

Como o Facebook auxilia no crescimento do seu e-commerce de moda

Você já imaginou como a sua vida seria hoje sem nenhuma rede social?

As redes sociais cresceram de tal modo, que nem os maiores entusiastas do assunto conseguiram prever que elas fariam parte da nossa vida como fazem hoje. O Brasil está entre os cinco países onde as pessoas passam mais tempo por dia navegando nas redes sociais. Facebook, Instagram e Whatsapp já possuem uma alta penetração no país. A maioria dos brasileiros de diversas idades e classes sociais possuem conta em pelo menos um desses locais.

Qualquer local que possua muitas pessoas reunidas, se torna favorável a divulgação de serviços e produtos. No caso das redes sociais não seria diferente. Conforme o Facebook foi se popularizando no Brasil, pequenos e grandes empresários foram percebendo as suas vantagens para a divulgação dos seus negócios. Aos poucos, foram implementadas diversas funcionalidades que facilitam o trabalho de quem quer divulgar os seus produtos.

A página no Facebook tem que ser criada o quanto antes, até mesmo antes do lançamento do e-commerce.

No caso específico de e-commerce de moda, ter uma página (fanpage) no Facebook é praticamente uma obrigação. A página oferece ainda uma credibilidade maior ao seu website, pois o consumidor se sente mais seguro ao comprar de uma loja que tenha um perfil na rede social, pois sabe que se tiver algum problema, terá onde reclamar.

Falando em reclamações e SAC em geral, o Facebook atua como um excelente canal para o e-commerce de moda. É prático, rápido e as duas partes saem ganhando. É mais fácil para a marca identificar o problema do cliente e estabelecer uma solução via chat, do que por telefone. Além do mais, muitos clientes, principalmente os mais jovens, preferem resolver um problema por mensagem, pois sabem que serão atendidos mais rapidamente.

O Facebook funciona também como uma verdadeira vitrine para o e-commerce de moda. Através da rede é possível divulgar os produtos, as novas coleções, depoimentos de clientes e muito mais. Tudo isso de uma forma muito mais humanizada e próxima do cliente do que seria feito no website da loja virtual. É possível criar álbuns com categorias de produtos, por exemplo: “Blusas estampadas”, “Vestidos Amarelos”.

facebook para o e-commerce de moda

Alta possibilidade de segmentação

As possibilidades de divulgação do seu e-commerce de moda através do Facebook vão além quando começamos a falar em investimento de mídia. Diferentemente de meios de divulgação off-line, como panfletos, veiculações em TV aberta e outdoor, por exemplo, com o anúncio através da ferramenta Facebook ADS as possibilidades de segmentação são muito maiores. Em outras palavras, você anuncia exatamente para quem precisa ver o seu anúncio. É possível veicular anúncios que tenham o objetivo de gerar curtidas na página, aumentando o número de fãs, anúncios que promovem o engajamento dos posts (curtidas/comentários/compartilhamentos), anúncios que promovem a visualização de vídeos, e muito mais.

As diversas facilidades de segmentação do Facebook, além do seu poderoso alcance acabam fazendo com que algumas pessoas pensem que a rede social substitui uma plataforma completa de e-commerce de moda. Este é um mito! Ter uma página no Facebook não substitui um website, mas atua como um complemento na sua divulgação.  O website possui suporte para diversos tipos de pagamentos, é mais seguro, as transações ocorridas através da plataforma são mais organizadas, além do fato de ser um sistema próprio do lojista, ao contrário do Facebook, que possui as suas próprias regras e limitações.

Outra ação estratégica de marketing digital é o uso de campanhas de remarketing. Os anúncios são personalizados para cada usuário, sendo que será mostrado o produto que ele visualizou na loja. Dessa forma, se ele está na dúvida se comprará ou não, terá mais propensão a fechar a compra, pois continua visualizando o produto várias vezes.

Fanpages são importantes para todos os nichos

O Facebook é uma rede social muito democrática. Por possuir diversos tipos de pessoas cadastradas, se torna vantajoso para e-commerces de moda de diversos tipos de segmentos diferentes. Plus-Size, Moda Praia, Roupas Íntimas, Acessórios… São tantos os nichos possíveis nesse segmento que é até difícil enumerar todos. No entanto, por mais nichado que seja o seu produto, você pode ter certeza que o seu público-alvo tem um perfil no “face” e através da segmentação do Facebook ADS, ele será impactado pelo seu anúncio.

Não esqueça do básico

facebook para o e-commerce de moda 2

 

Até agora falamos muito sobre anúncio, segmentação e algumas possibilidades. Mas é possível lembrar sempre que essa rede social é voltada para o relacionamento. É um ambiente para conversar com o seu público e criar um laço afetivo. Desta forma, é trabalhada a lembrança de marca. Ninguém gosta de entrar em uma loja e ser mal atendido, e no caso do ambiente virtual é a mesma coisa.

A sua página no Facebook pode se comportar como aquele vendedor chato que só sabe empurrar novas peças sem se preocupar em sanar a sua dúvida, ou pode ser o vendedor amigo que acaba convencendo o cliente a fazer a melhor escolha. Tudo depende de como a gestão da página será realizada.

Promoções são importantes? São. Anúncios são necessários? Também. Dá pra ter uma página no Facebook e trabalhar apenas a venda? Não. O relacionamento com o seu cliente está acima de tudo.

Esclarecemos as suas dúvidas? Deixe um comentário no post com a sua opinião. Vamos adorar saber o que você achou das dicas selecionadas para que o seu e-commerce de moda seja um sucesso também através do Facebook. Fique ligado no blog da Acelera Digital que sempre traremos mais dicas para a sua loja virtual.

marketing médico

Entenda a importância do Marketing Digital para Profissionais da Saúde

Investir em uma estratégia de marketing é uma necessidade para todos os tipos de negócios. Há algum tempo, o marketing digital passou a se tornar parte essencial deste pacote. As formas em que os consumidores consomem conteúdo e buscam por serviços mudaram radicalmente nos últimos anos e isto afetou também a área da saúde.

O Marketing médico digital é só para médicos?

O chamado marketing médico digital cresceu bastante nos últimos anos e engloba diversos canais e estratégias diferentes. Clínicas, laboratórios, médicos, enfermeiros, dentistas, nutricionistas e demais profissionais da saúde são cada vez mais beneficiados por este tipo de abordagem, que deve variar de acordo com o trabalho de cada profissional. Não é apenas para médicos, todos que trabalham na área podem (e devem!) investir em marketing digital.

marketing médico

Estratégias de marketing digital para profissionais da saúde

Não há um pacote fechado de obrigatoriedades que todos devem seguir. O que existe, são diversos canais que podem ser utilizados para se alcançar o objetivo final. Antes de delimitar qualquer coisa, é feito um estudo da demanda e analisado os objetivos do profissional. A construção de um website é bastante importante, sendo um cartão de visitas e agregador de todas as outras ações de conteúdo.

No caso de uma clínica, por exemplo, a sua identidade visual é essencial e guiará toda a comunicação. Em um segundo exemplo, um médico pode trabalhar com o Youtube, e-mail marketing, redes sociais e por aí vai. Cada um com um objetivo específico. Links patrocinados em sites de busca, como o Adwords do Google, são interessantes para fisgarem o cliente que está procurando por um serviço específico, um laboratório, por exemplo. Já um blog, seria muito bacana para fornecer informações ao paciente que está passando por um tratamento difícil e gostaria de mais dicas, ou então está buscando por informações para decidir se fará ou não algum procedimento, como uma cirurgia plástica.

As redes sociais são excelentes para trabalharem o relacionamento entre profissionais da saúde e seus pacientes. Através delas é possível tirar dúvidas, informar, e realmente, ter uma conversa com cada um deles. Uma outra possibilidade é a construção de um aplicativo que ofereça algo bacana em troca. Ginecologistas podem criar um app para monitorar a gravidez, funcionando como uma espécie de diário virtual que auxiliaria até mesmo nas consultas. Uma clínica pode ter um app próprio para agendar horários e divulgar o corpo clínico, e por aí vai. As possibilidades, bem como os benefícios, são infinitas.

Benefícios para os profissionais e os pacientes

É muito bacana quando há o interesse em solucionar o problema do cliente sem mencionar diretamente o hospital/profissional da área da saúde, sem ser focado em venda. Assim, há um resgate do que seria a motivação principal de profissionais desta área: cuidar do ser humano. Um exemplo disso é o caso de nutricionistas que utilizam do Instagram para divulgar dicas de saúde e de alimentação saudável. Elas não estão diretamente vendendo as suas consultas, mas ao mesmo tempo em que auxiliam outras pessoas, acabam divulgando o seu nome e aumentando a procura por horários.

Este tipo de abordagem também é interessante para endossar o que o profissional está dizendo, criando uma credibilidade perante aos pacientes. A estratégia boca-a-boca sempre foi a preferida das pessoas para escolherem seus médicos e demais profissionais da saúde, mas com a correria do dia-a-dia, crescimento das cidades e aumento de informações disponíveis na internet, a tecnologia também se tornou um meio de endosso para estes profissionais.

Como começar a investir em marketing

Antes de tudo, é importante identificar quais são as necessidades dos seus pacientes. O que eles procuraram sobre? Se fossem diagnosticados hoje, o que procurariam saber? Conhecendo o paciente, entenderemos o tipo de conteúdo que ele precisa.

É necessário mais do que apenas entender de saúde, a empresa responsável pela gestão e estratégias de marketing digital para profissionais de saúde precisa ter sensibilidade sem deixar a parte estratégica de lado. A Acelera Digital, avalia cada cliente antes de oferecer um produto, para entregar os melhores resultados para todos os lados.

Você é um profissional da área da saúde? Já investe em marketing digital? Deixe nos comentários a sua experiência na área e como este tipo de estratégia contribuiu para o seu sucesso. Está curioso sobre o assunto ou ainda não investe em marketing? Entre em contato que ofereceremos o melhor para as suas necessidades!

 

google marketing

Google pode decretar o fim de milhões de pequenas empresas

“Cerca de 60% do tráfego na internet agora vem de dispositivos móveis e o Google quer que os usuários tenham uma boa experiência sempre que clicar em um link móvel.”

“A mágica do Google sempre foi construída em cima da relevância, e o conteúdo é o mago por traz disso tudo”, diz ele. “Mas esse conceito está mudando. Sim, eles estão dizendo que o conteúdo ainda é extremamente importante, mas a experiência do usuário é tão importante quanto. Não é suficiente ter todo o conteúdo certo se as pessoas vêm para o seu site e não conseguem lê-lo.”

Em resumo, muitas pequenas e médias empresas deixarão de receber contatos, telefonemas e pedidos de orçamentos por conta de seus sites serem arcaicos e assim despriorizados pelo Google!

Fonte: InfoMoney